Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Reservar algum dinheiro em prol de um objetivo maior é praticamente uma arte que poucos conseguem executar na prática. Muita gente deseja comprar um carro novo, uma casa, investir ou fazer aquela viagem dos sonhos, mas nem todo mundo está disposto a percorrer os caminhos necessários para que esse tipo de meta seja alcançada. 

Para se manter firme nessa missão, é preciso planejamento, muita disciplina e persistência. E como eu tô aqui pra facilitar a sua vida, separei 5 diquinhas que vão te auxiliar a chegar onde você tanto deseja. Então, se você está determinado a focar nos seus objetivos financeiros de agora em diante, continue aqui comigo.

1 – Faça uma revisão anual

Para dar um passo à frente, precisamos antes “voltar uma casa”. Não importa se o ano passado foi um sucesso financeiro ou um desastre, observe os pontos-chave do ano anterior com atenção e filtre as lições que irão te fazer evoluir no futuro. Relembre dos erros que cometeu para que eles não sejam repetidos e resgate os acertos para otimizá-los. Não deixe nada passar batido, cada passo que você deu serve de lição.

Faça uma revisão anual

2 – Suas finanças atuais, como estão?

Para conseguir alcançar o que você quer, o primeiro passo é cuidar da organização financeira. Essa é a base de tudo. Por isso, registre todas as suas receitas e despesas. Dessa forma, você evita surpresas desagradáveis que podem afundar os seus planos. Para otimizar esse trabalho, você pode utilizar planilhas do Excel, aplicativos ou até mesmo uma agenda física, caso prefira usar papel e caneta para fazer as anotações.

3 – Crie metas claras e objetivas

Quando não conseguimos alcançar algum objetivo, ficamos desestimulados e essa desmotivação faz com que outras metas também sejam prejudicadas. Por isso, é essencial que, na hora de organizar os seus objetivos, você seja realista. Analise as suas condições e, com base nelas, defina como meta algo que você de fato você consiga alcançar.

Crie metas claras e objetivas

4 – Fuja das compras por impulso

Sabe aquela vontade de comprar aquilo que não estava dentro do programado? Ignore-a. Esse é um dos piores erros que podem nos atrapalhar no nosso planejamento financeiro. Por isso, não pesquise produtos quando estiver irritado ou ansioso, não compre perto de pessoas consumistas e crie um orçamento específico para itens não essenciais. Assim, fica bem mais fácil driblar esse obstáculo.

5 – Sonhe com o futuro

Uma ótima maneira de se estimular a não desistir é, constantemente, se imaginar na situação que você deseja. Por exemplo, se você deseja comprar um carro, procure sempre visualizar tudo o que você fará quando tiver esse carro, como passear com a sua família, ir ao trabalho ou fazer uma grande viagem.

É uma forma de se manter motivado a conquistar o seu objetivo material. Pensar com detalhes naquilo que você deseja comprar pode te impulsionar a não desistir de alcançar esse objetivo, por mais difícil que seja.

Sonhe com o futuro

Bônus: desafio das 52 semanas

Aqui vai uma dica extra com uma ferramenta que pode ser muito efetiva e é bem simples de ser executada. O desafio das 52 semanas consiste em poupar dinheiro de maneira progressiva e consistente. Em seu nível básico, você irá juntar, a cada semana, R$ 1,00 a mais que na anterior. Ou seja, se você juntou R$ 1,00 nesta semana, na próxima irá juntar R$ 2,00 e assim sucessivamente.

A ideia é que você não sinta tanto um abalo no seu orçamento e, ao final das 52 semanas, perceba que você conquistou uma economia de R$ 1.378,00. Para isso, você pode usar uma caixinha, um porquinho ou qualquer outro “dispositivo” que achar melhor. O que importa é colocar a mão na massa e exercitar o ato de poupar dinheiro. O desafio também pode ser feito com “aportes” de R$ 2,00 ou outros valores, de acordo com a sua preferência.

CONFERIR TABELA

E aí, curtiu as dicas? Compartilhe com seus amigos e continue acompanhando nosso blog!