Círculo 1Círculo 2Círculo 3

Como sobreviver aos gastos do iní...

Como sobreviver aos gastos do início do ano

19 de dezembro de 2019

Passada a euforia do fim do ano com a comemoração do Natal e a virada de ano, a realidade sempre bate na porta. Depois de curtir muito e gastar bastante dinheiro com comida e muitos presentes, chega a hora de ter que lidar com esses custos e as obrigações que chegam no início do ano.

IPTU, IPVA, licenciamento e seguro obrigatório são apenas algumas das contas que surgem, e por isso, é sempre bom lembrarmos desse detalhe logo no final do ano para quando janeiro chegar, já estarmos preparados.

Para que o início do seu novo ano não acabe se transformando em um pesadelo, decidimos separar algumas dicas para você. Confira!

Retrospectiva do ano anterior

Antes de mais nada, antes de irmos para as dicas mais práticas, que tal refletir um pouco sobre como foi a sua vida econômica no ano que passou? Você buscou economizar? Exagerou na reta final? Comprou muitos presentes? Faça esse diagnóstico, veja quais foram os pontos positivos e quais os negativos, para que no ano que acaba de começar você acerte de novo e não erre mais. Com essa análise, ficará muito mais fácil se planejar no ano de 2020.

Prioridades, galera

Se você sentir que não será possível pagar todas as contas à vista no começo do ano, veja quais são as mais prioritárias e que valem a pena serem pagas de uma vez, e quais podem ser parceladas. O parcelamento não deve ser uma regra, mas nesses casos de aperto ele é muito bem-vindo.

Mas atenção, outras dívidas começarão a aparecer no decorrer do ano, cuidado para não acumulá-las com as do começo do ano e dar início a uma grande bola de neve. Portanto, avalie como fará cada pagamento sempre pensando no futuro.

Que tal usar o 13° salário?

Se você não tem nenhum destino definido para o dinheiro do seu 13°, esse é o momento ideal para usá-lo. Se você já conseguiu não gastá-lo com as festas de Natal, fim de ano ou viajando, chegou a hora de dar uma utilidade ao benefício. O melhor é que esse dinheiro não faz parte do seu orçamento mensal, então você pode usá-lo sem afetar suas outras contas fixas que dependem do seu salário. Seu bolso agradecerá.

Adie compras desnecessárias

Já falamos das compras de fim de ano, mas esse não é o único momento que surgem as tentações para darmos asas ao nosso lado consumista. Como sabemos, em janeiro também aparecem muitas promoções por conta das liquidações pós-Natal. São muitos descontos bem atraentes que podem acabar nos fazendo comprar coisas que não precisamos.

Nessas horas, vale a pena perguntar a si próprio: Você precisa mesmo dessa TV nova? Precisa desse celular? Tudo o que não for urgente deve ser adiado.

Pesquise preços

Sabemos que na teoria é tudo muito lindo, mas na prática, mesmo a gente se controlando, alguns gastos acabam se tornando necessários. Então, já que é pra comprar, vamos fazer da melhor maneira, né? Deixe a preguiça em casa e não deixe de pesquisar. Vá a muitos estabelecimentos e compare preços. E mesmo conseguindo um ótimo valor, não hesite na hora de conversar com o gerente e melhorar ainda mais as condições de pagamento.

Preparado para administrar os gastos do início de ano? Se você conhece alguém que também tá precisando ler essas dicas, que tal compartilhar esse conteúdo com ele?

Círculo 1Pontos 1

Por qual caminho você quer chegar no futuro?

Conheça Nossos Planos
Voltar
Ícone Seta para Cima