Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Até onde você vai para lucrar? O limite entre o risco e a especulação tende a ser bastante tênue e varia de acordo com cada perfil de investidor. 

A Bolsa de Valores pode ser definida como uma verdadeira “terra sem lei” (ou terra de ninguém para os amantes de história).

Afinal, o mercado de capitais vive de suas volatilidades e tira recursos dos desavisados para pagar a valorização das carteiras de investimentos elaboradas por especialistas. Então, para evitar dores de cabeça, e principalmente rombos em seu bolso, você precisa saber a sua zona segura.

Se você é do time que “pularia da ponte” caso perdesse todos seus recursos no mercado, o mais seguro seria não arriscar estes recursos, não é mesmo? Portanto, antes de se entregar de vez à loucura do mercado financeiro, você precisa se entender: qual investidor você é?

A análise de perfil de investidor (API) é uma prática obrigatória no mercado financeiro quando se trata de investimentos que possuem algum tipo de risco e acontece em todas as instituições pertencentes ao ecossistema Ambima

Logo, esta geralmente é a primeira etapa de cadastro em instituições de investimentos, como bancos ou corretoras de valores. Mas o que exatamente é esta análise? Vamos entender a seguir.

Perfil de investidor: qual é o seu?

Análise de Perfil de Investidor (API)

O API consiste de um pequeno teste que busca entender o seu perfil de risco. Ou seja, o quão disposto você está a arriscar seus recursos, e claro, o quanto você precisa destes recursos. 

Pense no seguinte exemplo, temos dois tipos de investidores fazendo cadastro em uma corretora: um bancário, que busca aumentar a rentabilidade de seus investimentos, e um comerciante que busca acumular um pouco mais de recursos para sua reserva de emergência.

Estes dois investidores estarão abertos ao mesmo nível de risco? Eu acredito que não. Afinal, um bancário teria (teoricamente) mais conhecimento do mercado em geral e de seus produtos de investimentos, além de um maior apetite por investimentos mais rentáveis, pois busca acumular mais recursos.

Já o comerciante, talvez não possua tanta experiência com o mercado, e se busca uma reserva de emergência, claramente não está disposto a correr tantos riscos no mercado, e precisa de opções mais seguras para não sair no prejuízo.

A análise de API serve exatamente para enquadrar os diferentes tipos de pessoas em diferentes categorias de riscos. Assim, “evitando que surfistas que não sabem nadar peguem as maiores ondas”. 

Então sem mais delongas vamos aos perfis de investidor e descobrir onde você se encaixa. 

Existem três classes principais de perfis de investidor: Conservador, Moderado e Arrojado.

Para entender é bastante simples. As classificações começam em um menor nível de risco (Conservador) e vão para o maior risco (Arrojado). 

Como estamos falando do mundo dos investimentos, o perfil conservador representa investidores com menor apetite por riscos, e que evitam o mercado de renda variável, muitas vezes se concentrando apenas em títulos mais seguros, como os de renda fixa.

Perfil de investidor: descubra o seu

Para visualizar melhor, confira na tabela abaixo alguns dos investimentos recomendados para cada tipo de perfil de investidor:

Investimentos recomendados por categoria de investidor

  • Perfil Conservador:

  1. Tesouro Prefixado
  2. Tesouro Selic
  3. Certificado de depósito bancário (CDB)
  4. Letra de crédito imobiliário (LCI)
  5. Letra de crédito do agronegócio (LCA)
  6. Letra de câmbio (LC)
  7. Fundos DI
  8. Fundos de renda fixa
  • Perfil Moderado:

  1. Debêntures
  2. Debêntures incentivadas
  3. Certificado de recebíveis imobiliários (CRI)
  4. -Certificado de recebíveis do agronegócio (CRA)
  5. Fundos de investimento em direitos creditórios (FIDC)
  6. Certificado de operações estruturadas (COE)
  7. Tesouro IPCA+
  8. Ações
  9. Fundos de ações
  10. Fundos de investimento imobiliário (FII)
  11. Fundos de índice (ETF)
  12. Fundos de Previdência
  • Perfil Arrojado:

  1. Fundos cambiais
  2. Fundos multimercado
  3. Fundos de investimento emparticipações (FIP)
  4. Certificados de depósitos de valores mobiliários (BDR)
  5. Mercado futuro (derivativos)
  6. -Opções
  7. Criptomoedas

 

Perfil de investidor: arrojado, moderado ou conservador?

Mas como descobrir seu próprio perfil de investidor? O teste de API é bastante simples e pode ser realizado em poucos minutos e em alguns cliques com uma rápida pesquisa em seu navegador de internet.

Independente do seu perfil de investidor, é possível começar a investir em criptomoedas sem precisar arriscar o seu patrimônio em um ativo de alto risco. Com o Zro Bank, é possível ganhar cashback em Bitcoin fazendo compras em Reais.

Por fim, se você realmente não sabe por onde começar, você pode conferir algumas das melhores opções de investimento para iniciantes no Guia do Investidor!

Autor: Leonardo Pereira | LinkedIn 

Graduando em Economia e colaborador do Guia do Investidor