Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Quando falamos nas marcas mais valiosas do mundo, entra ano, sai ano e a indústria da tecnologia continua no topo. Não tem jeito. Na lista das marcas mais valiosas do mundo em 2020, publicada pela revista  Forbes, o top 5 continua igual ao do ano passado: Apple, Google, Microsoft, Amazon e Facebook.

Mas enquanto as quatro primeiras colocadas mantiveram ou aumentaram seu crescimento, o Facebook deu uma desvalorizada. A criação do icônico Mark Zuckerberg diminuiu o seu valor 21% entre o ano fiscal de 2018 e o ano fiscal de 2019.

Mudanças notáveis

Enquanto o Facebook manteve sua quinta colocação, mesmo perdendo valor, outros nomes deram saltos importantes no ranking que avalia os dados financeiros do ano fiscal anterior. A Visa, por exemplo, deu adeus à 25ª colocação e agora está em 18° lugar na lista. Já a queridinha Netflix, no ranking anterior estava em 38°. Agora, está na 26ª posição. 

Fora do nicho tecnologia, algumas outras marcas também tiveram mudanças interessantes, como a Adidas, que saltou da 61ª para a 51ª posição. A Chanel passou da 79ª para a 52ª e a Cartier deu tchau para a 64ª, assumindo a 56ª posição.

Novatos, perdas e destaques

Entre os recém-chegados, podemos dar as boas-vindas para marcas como Nintendo, Hennessy, Burger King e AXA. Já no quesito perdas, tivemos desvalorizações importantes em empresas consagradas do ramo da tecnologia, como GE, HP Inc. e IBM, que viram seus valores comerciais caírem 14%, 12% e 10%, respectivamente.

Ainda falando das perdas, podemos destacar algumas marcas do setor automobilístico que viram seus nomes descerem no ranking, como a Mercedes-Benz, que caiu do 17º para o 23º lugar, e a BMW, que antes estava na 21ª posição e agora está na 27ª posição.

Números absolutos

Ao somarmos os valores totais das 100 empresas do ranking, chegamos ao número de US$ 2,54 trilhões. Na lista do ano passado, o valor final era de US$ 2,33 trilhões. Em relação aos países mais bem representados no ranking, os Estados Unidos continuam na liderança e contam com mais de 50 marcas na lista, seguidos da Alemanha (10), da França (9), do Japão (6) e da Suíça (5).

Sobre as indústrias presentes, como já dissemos, a da tecnologia continua sendo a que mais aparece na lista, com 20 empresas, seguida por serviços financeiros (14), automóveis (11) e varejo (8).

Confira as 10 primeiras colocadas:

1 – Apple (US$ 241,2 bilhões)
2 – Google (US$ 207,5 bilhões)
3 – Microsoft (US$ 162,9 bilhões)
4 – Amazon (US$ 135,4 bilhões)
5 – Facebook (US$ 70,3 bilhões)
6 – Coca-Cola (US$ 64,4 bilhões)
7 – Disney (US$ 61,3 bilhões)
8 – Samsung (US$ 50,4 bilhões)
9 – Louis Vuitton (US$ 47,2 bilhões)
10 – McDonald’s (US$ 46,1 bilhões)

A lista completa você confere aqui.

Curtiu o conteúdo? Compartilhe com seus amigos e continue acompanhando o nosso blog!