Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Em fevereiro, o Banco Central anunciou a criação de um novo sistema que irá nos possibilitar fazer transferências e pagamentos em tempo real. Nomeada de PIX, a plataforma será gratuita para pessoas físicas e tem lançamento previsto para o dia 16 de outubro.

Atualmente, o PIX está permitindo que bancos e fintechs realizem o pré-registro de quais chaves do sistema seus clientes vão usar em suas contas. Ah, vale destacar que o Zro Bank também está participando dessa fase!

A partir do dia 5 de outubro, os clientes das instituições financeiras e empresas de pagamentos, incluindo os do Zro Bank, irão poder cadastrar suas chaves no PIX. No dia 16, o sistema já estará disponível.

Legal… Mas como o PIX vai funcionar na prática?

Primeiramente, o que deve ficar claro é que o Pix não terá um app próprio, ele será disponibilizado dentro do aplicativo da instituição financeira que você já utiliza. Além disso, o PIX será gerido e operado pelo Banco Central, irá utilizar o Sistema de Pagamentos Instantâneos (SPI) e ficará conectado às contas PI de todas as instituições financeiras participantes, como fintechs, bancos e cooperativas de crédito.

Resumindo, você não vai precisar abrir uma conta no PIX, ele será uma funcionalidade que ficará disponível na conta do seu banco. É importante dizer também que, assim como tudo no Zro Bank, ao usar o PIX, você não vai pagar nenhuma taxa.

O grande diferencial do sistema é sua disponibilidade e velocidade. Enquanto atualmente ainda existem restrições de dias e horários para a realização de transferências e pagamentos, com o PIX será possível efetuar essas transações de forma instantânea, 24 horas por dia, sete dias por semana, incluindo os feriados.

E o que são essas chaves PIX?

Chave PIX é a informação que você vai precisar enviar para realizar suas transações, ao invés de informar agência e conta, CPF, nome completo e o seu banco. Você poderá registrar suas chaves de quatro maneiras: utilizando CPF ou CNPJ,  e-mail, número de celular ou uma chave aleatória (um senha composta por números, letras e símbolos gerados aleatoriamente).

Caso você deseje, será possível registrar mais de um e-mail e mais de um número de celular como chave PIX. Pessoas físicas terão a possibilidade de registar até cinco chaves por conta titular, pessoas jurídicas poderão registar até 20 chaves. Mas atenção: não é permitido usar a mesma chave em mais de uma conta. Ou seja, se você registrar seu CPF em uma conta, não poderá usá-lo em outra.

É indicado que você registre todos os seus dados como chaves principais no sistema. Desta forma, você poderá escolher quais chaves irá compartilhar em suas transações, tendo maior controle sobre a privacidade dos seus dados. Vale destacar que o registro das chaves PIX não é obrigatório, você pode continuar realizando suas transações informando seus dados bancários, caso prefira.

Como vão funcionar os meios de pagamento?

Como já falamos, o PIX irá nos proporcionar muito mais agilidade em nossas transações. Uma TED, por exemplo, funciona apenas durante dias da semana e em horários específicos. O PIX estará disponível 24h por dia, sete dias por semana, inclusive nos feriados. Ao compararmos com as transferências via DOC, as diferenças são quase as mesmas, só que o DOC é concluído um dia útil após ser realizado, enquanto o PIX é instantâneo.

No caso do cartão de débito, o valor pago só chega para o recebedor dois dias após a compra. Com o PIX, chega na mesma hora. Além disso, você não precisa usar um cartão físico para que o valor seja debitado de sua conta. Com relação ao cartão de crédito, a principal diferença é que o PIX não está vinculado a nenhuma linha de crédito.

Dá pra confiar no PIX?

O mesmo sistema de segurança utilizado nas transações via TED e DOC será usado nas transações realizadas com o PIX e, segundo o Banco Central, todas as suas informações pessoais serão protegidas pelo sigilo bancário, estabelecido na Lei Complementar número 105 e pela Lei Geral de Proteção de Dados. Então, pode ficar tranquilo: é seguro, sim.

E aí, tá ansioso pra utilizar o PIX? Conta pra gente nos comentários e compartilhe este artigo com os seus amigos!