Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content

No início de fevereiro, o Banco Central iniciou a Fase 1 da implementação do open banking, mas somente 16% das pessoas entrevistadas reconheceram o termo. Das 1.524 pessoas entrevistadas, 1.007 possuem renda familiar de até R$ 5 mil por mês, que é a renda média dos brasileiros. A margem de erro máxima da pesquisa é de 2,5%.

De acordo com a análise, mesmo as pessoas mais jovens, que não conheciam o open banking, entenderam rapidamente o sistema quando receberam uma explicação sobre a novidade. Diferente dos jovens, que afirmaram autorizar o compartilhamento de seus dados entre as instituições bancárias, o público mais velho demonstrou preocupação. 

Pesquisa aponta que 84% dos brasileiros não conhecem o open banking

Além de não entender se o open banking se trata de uma empresa, aplicativo, plataforma, ferramenta ou banco, o grupo também tem receio em relação a possíveis taxas e cobranças.

Outra dificuldade encontrada na pesquisa foi a confusão em relação ao que é o open banking. Quase metade dos entrevistados definiram o sistema como uma “portabilidade entre os bancos” e o compararam com o Pix, que também está ligado a transações e transferências.

Mas, afinal, o que é o open banking?

O open banking permite que os clientes tenham poder sobre as informações possuídas pelas instituições financeiras, como dados cadastrais e histórico de transações. Com esses dados, o consumidor poderá procurar outros bancos, o que tende a incentivar a competição por serviços e crédito mais barato.

O compartilhamento de dados será opcional, gratuito e reversível, e dará aos consumidores acesso a produtos e serviços bancários e instituições financeiras, o que não é possível atualmente.

o que é o open banking

A segunda fase da implementação inicia em 15 de julho, a terceira, em 30 de agosto e a quarta e última fase, em 15 de dezembro. A etapa final permitirá que, a partir da troca de informações entre si, as instituições ofereçam produtos personalizados para cada cliente.

A expectativa é de que o open banking transforme a lógica de funcionamento do sistema financeiro, oferecendo produtos com juros adequados a cada perfil, maior competitividade e mais brasileiros no sistema bancário.

Curtiu o conteúdo? Compartilhe com seus amigos e continue acompanhando o nosso blog!